16.9.11

 

Querida Harrieta,

 

Espero que te encontres bem aí onde quer que estejas!

Bom, a propósito do que te disse na última carta, sabias que sempre foi verdade aquilo dos "novinhos" da casa do fundo?!

Não é que o marido sempre a apanhou com o colega e lhe deu cabo do cabedal? Bem, cabo é como quem diz... Deu-lhe uma trepa com a espigarda de chumbos, mas como não estava carregada, -segundo uns- ou estava encravada, -segundo outros- deu-lhe com ela nos costados e pimba! 

Mas pra mim, ela é que é a depravada! Levou-o para casa. Ao menos que fosse para um hotel, não achas? Mal por mal, ao menos que as fizesse bem feitas...

A casa já está vazia e deles não se sabe nada. Parece que o outro nem apresentou queixa à polícia. Também... queixar-se de quê? Foi fazer o que não devia, em casa alheia, com a mulher do próximo, e ainda se ia queixar?! Até o diabo se ria! Olha, por falar em diabo, sabias que a ardida da minha nora, depois de tudo, me telefonou a perguntar se quero ir lá almoçar no Domingo?! Isto é cá uma lata!! Disse-lhe que já tinha compromisso! Não tenho, mas pronto! Até vou sair de casa, não venha ela cheirar a ver se estou ou não estou. Vou à missa das 11h e depois vou caminhar um bocado no parque, a ver se a ferrugem não me pega... e pode até ser que a missa me ajude e um milagre aconteça, e eu conheça alguém interessante por lá...

Olha, o meu filho passou por cá esta semana, mas não tocou em nada.... Ela também anda como se nada fosse. Deve vir pra pedir alguma coisa... Dinheiro não tenho, por isso bem pode tirar o cavalinho da chuva. É uma flauzina. Eu bem dizia que ele devia era ter casado com a filha do juíz que é morgada e tem baú, mas a moça também é feiinha como a noite, coitada... continua encalhada. Aquela, o melhor era ir para o convento... ninguém lhe vai pegar... aquilo nem com uma plástica lá ia...

Ah! É verdade! Vi o Sousa Martins um dia destes. Mulher, aquilo é que está um charme!... As brancas dão-lhe um ar distinto. Parece um conde, todo aprumado. Tem porte de atleta. Deve andar no ginásio... Gostava de ter visto a mulher. Deve estar cá uma matrona!... Ficam todas depois que se casam.

É eles a melhorar como o vinho do Porto e elas a oxidar como o bagaço do meu avô! Foi por isso que nunca me casei! Eu sabia que no dia em que ficasse estúpida, ia cair na lábia dos Homens! Sim, que o que eles querem é uma criada pra todo o serviço e mesmo assim não chega, porque depois ainda vão procurar fora o que não lhes basta em casa! Mas eu não!! Eu tive um filho, mas não tive patrão! Irra!! Pro diabo que os carregue a todos!  -Estou a falar dos maridos e não dos Homens, filha- Eu sou como a Amália Rodrigues -"Dormi com eles na cama, tive a mesma condição!" mas só isso, que liberdade é boa e eu gosto!

Que te parece o Pereira? Lembras-te dele? O que mora com a filha nos blocos vermelhos desde que ficou viúvo. Ontem encontrei-o na paragem do autocarro e acho que estava a olhar para as minhas pernas. Modéstia à parte, eu sempre tive umas belas pernas. Bem, para tirar a dúvida, coçei o joelho e levantei um bocado a saia. Foi certeiro. À medida que a saia subia, os olhos dele arregalavam-se por cima dos óculos e até o bigode retorcia! Mas eu nem olhei! Sabes que eu me dou ao respeito! Não pensem agora que isto é de Joana, e que eu ando por aí desesperada atrás do primeiro que aparecer!

Pois não sei...se ele estiver realmente interessado, há-de fazer-me chegar o interesse, não achas?

É... vou continuar firme a ignorar as investidas que assim é que eles gostam! Mulheres difíceis!

Vou terminar querida amiga, pois ainda vou levar o cão à rua (vou aproveitar para espreitar o jardim dos Bastos. Está lá uma carrinha a descarregar qualquer coisa). Beijinhos, beijinhos, beijinhos.

 

Fica bem, aí onde quer que estejas,

 

G.

 

 

link do postPor A Velha Amarga, às 20:27  comentar

 
mais sobre mim
Setembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
23
24

25
26
27
28


arquivos
2011

blogs SAPO